· 15 Novembro 2017
·
Fundación General CSIC

Aberto o processo de contratação da Fundação Geral CSIC para trabalhos sobre envelhecimento

Introdução 

A Fundación General CSIC (FGCSIC) abre um processo de contratação de investigação interdisciplinar sobre o envelhecimento no âmbito do projeto "Centro Internacional sobre o Envelhecimento" (CENIE), centro virtual de colaboração ibérica e internacional sobre o assunto, que desenvolve um consórcio Luso-Hispano a que pertence a FGCSIC, juntamente com a Fundacióm General de la Universidad de Salamanca, a Universidade do Algarve e a Direção Geral de Saúde de Portugal.

O "Centro Internacional sobre o Envelhecimento" faz parte do Programa de Cooperação INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020, financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), cujo objetivo é promover a cooperação inter-regional entre os dois países na sua linha fronteiriça para melhorar a qualidade de vida dos seus cidadãos. Neste contexto, a missão do CENIE é promover a investigação, desenvolvimento tecnológico e inovação no envelhecimento, contribuindo para o desenvolvimento e implantação de uma excelente rede de investigação cujos resultados possam ser de interesse para esta área.

O envelhecimento da população é um fenómeno que afeta a maioria dos territórios europeus, sendo mais urgente em países como Espanha e Portugal e, acima de tudo, nas suas áreas fronteiriças que hoje se caracterizam pelo despovoamento e consequente envelhecimento das suas comunidades, na sua maioria rural.

O procedimento

O procedimento de concorrência competitiva para a contratação de investigação interdisciplinar sobre o envelhecimento estará aberto a entidades públicas e privadas sem fins lucrativos, com personalidade jurídica própria, que realizem atividades de P & D, definidas nos seus estatutos como actividade principal e que gerem conhecimento científico ou tecnológico.

O trabalho de investigação será enquadrado num dos seguintes eixos temáticos: vidas longas e saudáveis, sociedades inclusivas e habilitadoras ou bem-estar e atividade durante todo o curso da vida. Estes devem ser desenvolvidos nos exercícios de 2018 e 2019 e serão realizados sob a modalidade de programas coordenados que asseguram a interdisciplinaridade.

Cada programa coordenado consistirá num mínimo de dois e um máximo de quatro projetos individuais a serem realizados por equipas de investigação individuais. O montante máximo de contratação para cada programa coordenado será de 100.000 euros, sendo 50.000 o orçamento máximo de cada projeto individual que o compõe.

O prazo para enviar propostas termina no dia 19 de dezembro de 2017.

Compartir 
No âmbito de: Programa Operativo Cooperación Transfronteriza España-Portugal
Instituições promotoras: Fundación General de la Universidad de Salamanca Fundación del Consejo Superior de Investigaciones Científicas Direção Geral da Saúde - Portugal Universidad del Algarve - Portugal